EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPIs

EPI – Equipamento (dispositivo ou produto) de Proteção Individual – conforme a Norma Regulamentadora nº 06 (NR-06) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) define como sendo, “todo dispositivo ou produto, de uso individual utilizado pelo trabalhador, destinado à proteção de riscos suscetíveis de ameaçar a segurança e a saúde no trabalho”, são os responsáveis pela proteção e integridade do indivíduo com o intuito também de minimizar os riscos ambientais do ambiente de trabalho e promover a saúde, bem estar e evitar os acidentes e doenças ocupacionais. Sendo obrigação do empregador fornece-los gratuitamente, bem como tornar obrigatório o seu uso.

EPI para proteção dos olhos e face

De 10 a 20% das lesões nos olhos causam a perda da visão de forma temporal ou permanente, sendo que 90% destes ocorridos são lesões que poderiam ser evitadas ou reduzidas consideravelmente se o indivíduo estivesse utilizando o equipamento de proteção individual apropriado. O uso dos motores de alta e baixa rotação, aumentam a possibilidade de os olhos do profissional serem atingidos por partículas e próteses, poeiras e gesso. Na maioria das vezes, um fragmento pode atingir o saco conjuntival ou a córnea, causando dor, lacrimejamento e podem ficar alocados na órbita. Uma penetração mais profunda desse corpo estranho pode perfurar a córnea e, consequentemente, danificar a visão.

 Óculos de proteção

– Óculos para proteção dos olhos contra impactos de partículas volantes. Há diversos modelos disponíveis no mercado, escolha o que tenha uma perfeita adaptação à face e se possível com proteção lateral.

– Óculos para proteção dos olhos contra luminosidade intensa. Indicados para o setor de fundição. Este setor exige um pouco mais de atenção, pois além de óculos de proteção, recomenda-se o uso do protetor facial contra impactos de partículas volantes e fagulhas; ou o protetor facial contra luminosidade intensa (fumê ou verde); na ausência do primeiro.

EPI para proteção auditiva

Devido a tantos equipamentos e aparelhos com alto nível de ruído dentro do laboratório de prótese, a perda auditiva geralmente não é notada por ser gradual, progressiva e indolor. Os ruídos chegam a provocar uma redução de 60% da produtividade. Recomenda-se o uso de protetor auditivo nos ambientes com concentração de equipamentos ruidosos, durante o funcionamento dos mesmos.

EPI para proteção respiratória

Máscaras de proteção – PFF1 ou PFF2. Devem proteger contra a inalação de contaminantes gerados por agentes químicos, biológicos, poeiras, gases e vapores. O modelo mais comum utilizado nos laboratórios, são as máscaras cirúrgicas, indicadas para proteger contra infecções por inalação, mas não promovem uma proteção respiratória adequada em nossa atividade, pois não há selamento da face, bem como o material desse tipo de máscara não filtra as partículas mais finas do ambiente como poeiras. A inalação de poeira inorgânica proveniente da sílica, brocas carbide, poeiras metálicas do cobalto, molibdênio, berílio, níquel e acrílicos foram descritos como sendo causa de pneumoconiose. Se o sistema de filtração do ar não é efetivo ou é inexistente, as partículas de poeira podem chegar a níveis perigosos. Recomenda-se optar pelo modelo que cobre a boca e o nariz (formato de concha), que proporciona uma vedação adequada sobre a face, e possui filtro eficiente para retenção dos contaminantes atmosféricos presentes no ambiente de trabalho. Os modelos com válvula de exalação são mais confortáveis do que aqueles sem válvula, pois a maior parte do ar expirado, quente e úmido, sai pela válvula, não aquecendo e umedecendo a camada filtrante.

PFF1 ou PFF2 (Peça Semifacial filtrante, para proteção das vias respiratórias contra poeiras e névoas. Pode ser reutilizada pelo mesmo usuário enquanto permanecer em boas condições de uso (com vedação aceitável e tirantes elásticos íntegros) e não estiver suja.

EPI para proteção do tronco

Vestimentas – Avental

O uso diário do avental tradicional funciona também como uma forma de proteção para a pele. Impedindo que partículas, poeiras, microrganismos e outras sujidades se acumulem nas roupas; assim não serão transportados para o ambiente residencial. Avental para proteção do tronco contra riscos de origem térmica. Este indicado para uso no setor de fundição, em tecidos especiais (naturais e sintéticos) associados a distintas tecnologias com propriedade ignífuga (anti-chama), oferecendo proteção contra efeitos do fogo repentino ou respingos de metal incandescente.

EPI para proteção dos membros superiores

Luvas – Para proteção das mãos contra riscos que podem existir nos ambientes de trabalho, como agentes abrasivos escoriantes (corte e arranhões) e agentes biológicos. O material mais utilizado são as luvas de procedimento ou cirúrgicas, geralmente em látex. Para pessoas com alergia ao látex, existe a opção de luvas de nitrílica, não possuem látex, indicadas inclusive para manipulação de agentes biológicos e químicos, também são mais resistentes à produtos solventes. Luvas com proteção antitérmica – contra agentes térmicos, indicadas para o setor de fundição.

Creme protetor para a pele

Indicado contra agentes químicos e biológicos. Pode ser usado em substituição ás luvas. O creme forma uma fina película de proteção contra poeira, cola, solventes, etc. sem perder a sensibilidade do tato.

Outras recomendações de EPIs

Touca ou gorro

O uso de toucas descartáveis oferece proteção à exposição dos cabelos e couro cabeludo à matérias orgânicas, sujidades ou produtos químicos.

Sapatilha descartável ou pró-pé

São sapatilhas descartáveis confeccionadas em material de TNT, para prevenção de contaminação por fatores externos transportados pelos calçados de um ambiente para outro. Praticado por muitos laboratórios, inclusive para manter o ambiente mais limpo.

Álcool em gel antisséptico

Também é uma forma de prevenção simples de ser aplicada, disponibilizando recipientes em pontos estratégicos do laboratório.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PortuguêsEnglishSpanishItalianChinese (Simplified)JapaneseGermanFrench
WhatsApp chat

    SOLICITAR ORÇAMENTO!



    Preencha o formulário abaixo com seus dados para que nossa equipe de vendas entre em contato.

    Se preferir, fale com nossa Central de atendimento: (11) 5542.5855, (11) 98919.6084 (WhatsApp) ou vendas@labordental.com.br.

    Nome*

    E-mail*

    Telefone para contato*

    Qual(is) produto(s) você tem interesse?*




    *Campos obrigatórios