Physics Forceps

Conjunto de instrumentos revolucionários para exodontia

Trata-se de um conjunto de instrumentos revolucionários que auxiliam os procedimentos de exodontia, tornando-a muito mais atraumática, devido ao emprego de princípios básicos da biomecânica e de alavancagem.

• Simples
• Previsível
• Atraumático

TÉCNICA: PHYSICS FORCEPS

Quando a força intermitente do instrumento é aplicada ao dente, há liberação da enzima hialuronidase. Esta enzima realiza a hidrólise (destruição) do ácido hialurônico presente na matriz conjuntiva dos ligamentos periodontais, ocasionando a rupturas das fibras desses ligamentos do dente.

Com essa ruptura, o dente se movimenta no sentido que o instrumento realiza para fora do alvéolo dentário. Quanto mais intermitente for a força aplicada, mais hialuronidase é produzida e, consequentemente, mais rápido e atraumático será o procedimento.

Categorias: ,
Physics Fórceps – Kit
Kit padrão – contendo 1 Forceps padrão sup.anterior,
1 Fórceps Padrão sup.esquerdo, 1 Forceps padrão sup.direito,
1 Fórceps padrão univ.inf.ant. + 24 protetores verdes + CD de instruções
Kit para molares – contendo 1 Forceps p/ molar inf.dir./sup.esq. e
1 Forceps p/ molar inf.esq./sup.dir.
+ 24 protetores amarelos + CD de Instruções
Forceps padrão sup.anterior – Ref. GMX 100 UA
Forceps padrão sup.esquerdo – Ref: GMX 100UL
Forceps padrão sup.direito – Ref: GMX 100UR
Forceps padrão univ.inf.ant. – Ref: GMX 200LU
Forceps p/ molar inf.dir./sup.esq.- Ref: GMX 400EZ1
Forceps p/ molar inf.esq./sup.dir.- Ref: GMX 400EZ2
Protetores para forceps padrão – Ref: GMX BG100/200 c/24-verdes
Protetores para forceps p/molar – Ref: GMX BG400 c/24-amarelos

Mecanismo de ação 

Physics Forceps funciona como dispositivo de alavanca utilizando movimento do pulso do profissional em direção bucal para extrair o dente. Permite realizar extrações atraumáticas nas quais é possível preservar o osso. Seu uso elimina a necessidade de elevar a membrana ou realizar retalhos cirúrgicos. O design exclusivo de Physics Forceps permite que se aplique sobre o dente uma pressão ao mesmo tempo leve e constante, favorecendo mudanças no metabolismo do ligamento periodontal e a liberação subsequente das fibras de Sharpey. Uma vez liberado, o dente pode ser retirado facilmente com o auxílio de um rongeur ou até mesmo com os dedos. A extração dental com Physics Forceps combina as vantagens biomecânicas da alavanca com a reação química que ela engendra.  Com Physics Forceps as forças aplicadas são diametralmente opostas. Uma força é aplicada com o bico do instrumento sobre a porção lingual do dente/da raiz. A segunda força é aplicada com o protetor do fórceps posicionado na crista alveolar, sob a junção mucogengival. O bico executa o trabalho de extração do dente e o protetor atua como ponto de apoio ou fulcro.

Contra-indicações 

Dentes inclusos e dentes com muita mobilidade e que podem desmoronar

Instruções de Uso

Posicionar o bico de Physics Forceps o máximo possível dentro do sulco, pelo aspecto lingual do dente. Sem apertar e realizando movimentos com o pulso apenas, exercer pressão constante e estável em direção vestibular.  Ao trabalhar com a pressão constante, você permite que o ácido hialurônico aumente de volume, induzindo a liberação do dente por parte do ligamento periodontal.

Aguardar a ação do ácido hialurônico. Após aproximar-se do dente e exercer a pressão constante,  será necessário mover o pulso cerca de 3-4 graus para não romper a parede cortical.

Este processo geralmente dura aproximadamente 1-3 minutos, variando conforme  a densidade do dente e a idade do paciente. Ao perceber que o dente se desprendeu 1-3 milímetros em sentido oclusal, É HORA DE PARAR! O ligamento periodontal se soltou e liberou o dente, e isso determina o final do trabalho com  Physics Forceps.  Empregar um instrumento convencional para realizar a  retirada do dente. Em suma, basta conseguir um bom ponto de acesso com a parte serrilhada do bico para que seja possível alavancar o dente para fora.  Recomendamos para a criação de um bom ponto de acesso  o desgaste do dente com uma broca diamantada em forma de chama.

Instruções passo a passo:

Physics Forceps Padrão

  1. Separar o tecido gengival do dente.
  2. Com as pontas do instrumento completamente abertas, posicionar o bico no fundo do sulco lingual sobre uma superfície sólida da raiz. A determinação de um ponto de acesso adequado é muito importante.
  3. Posicionar o protetor perpendicularmente ao dente, na altura da junção mucogengival. Manter o instrumento nesta posição durante alguns segundos. Segurar o instrumento com firmeza. NÃO APERTAR os cabos!
  4. Sem apertar os cabos do instrumento e sem movimentar o braço, aplicar uma força rotacional em direção ao protetor, bem lentamente. Interromper este procedimento ao primeiro sinal de resistência, e manter o instrumento parado nesta posição. Seja paciente e tenha cuidado para não mover, pois este passo pode durar 2-3 minutos. Esta força continuará a aumentar, e o ácido hialurônico irá promover o desligamento do ligamento periodontal.
  5. A movimentação do dente de 1-3mm indica a conclusão do trabalho com Physics Forceps.
  6. Retirar o dente com um fórceps convencional, um rongeur ou uma pinça hemostática.

Physics Forceps  para Molares

  1. Separar o tecido gengival do dente.
  2. (Apenas para Molares Superiores) – usar o Elevador Distal (incluido no kit) para separar o osso distal (incluindo a tuberosidade) do dente.
  3. Usar uma broca diamantada com formato de chama para perfurar uma cavidade no aspecto lingual do dente (desgastar o dente), imediatamente abaixo da linha da gengiva, garantindo um ponto de acesso sólido com o bico.
  4. Molares superiores – com as pontas do instrumento completamente abertas, posicionar o bico sobre a superficie bucal ou próximo à junção mucogengival.

Molares inferiores – posicionar primeiro o bico, depois o protetor.

  1. Posicionar o bico no interior do sulco lingual, o mais próximo possível da superficie sólida da raiz. É muito importante obter um ponto de acesso estável.
  2. Movimentando apenas o pulso, aplicar força constante em direção bucal. Ao perceber a movimentação do dente de 1-3 mm, interromper o trabalho com Physics Forceps. Remover o dente com o auxílio de um instrumento convencional. 

Instruções de Limpeza

É muito importante que cada instrumento seja cuidadosamente limpo antes de proceder à esterilização.

A limpeza ultrassônica configura a maneira mais eficaz de limpar o seu instrumental cirúrgico, em particular instrumentos com dobradiças, bloqueios ou outras partes móveis. Todos os instrumentos devem ser pré-lavados antes de sua imersão e devem ser introduzidos abertos em solução de limpeza ultrassônica e água destilada (desmineralizada). Sempre remover a solução de limpeza ultrassônica dos instrumentos enxaguando-os com água destilada, antes de proceder à esterilização.

A limpeza manual dos instrumentos com escovas macias de aço inoxidável ou cerdas de nylon e o emprego de um detergente cirúrgico leve ou com baixo nível de acidez pode servir como alternativa à limpeza ultrassônica. O processo de limpeza escolhido não deverá, em hipótese alguma, empregar palhas ou esponjas de aço ou outros produtos abrasivos, pois isto poderia provocar danos ao instrumento. Sempre remover qualquer solução de limpeza dos instrumentos enxaguando-os com água destilada, antes de proceder à esterilização.

Os instrumentos podem ser esterilizados por calor sempre que se utilize métodos aceitáveis como esterilização a vapor em autoclaves, esterilização a vapor químico, esterilização através de calor seco ou gás óxido de etileno, jamais excedendo 177° C.

É possível encontrar alterações aparentes em instrumentos após a sua esterilização. A seguir relataremos algumas causas comuns das manchas que permanecem nos instrumentos e algumas sugestões para evitar o seu aparecimento. Manchas são perdas ou depósitos semi-aderentes na superficie dos instrumentais, e que  são muito comumente confundidos com processos corrosivos. Após a esterilização por autoclave, observa-se uma mancha nos instrumentos. Instrumentos oxidados são raros. As manchas no instrumental podem ser de diversas colorações e, na maior parte dos casos, é possível conhecer a origem da mancha através da sua cor.

Mancha laranja / marrom: Geralmente se trata de uma camada de fosfato (que varia entre o marrom e o laranja claro) incrustada no instrumento, e que se desenvolve devido à utilização de água de má qualidade, detergentes agressivos, acondicionamento não adequado para a esterilização, soluções de esterilização a frio ou sangue seco.

Mancha preta: As manchas pretas geralmente se devem a uma reação ácida. Também podem ser geradas pelos detergentes usados na limpeza do instrumento; manchas marrons podem ser causadas por detergentes com nível de acidez muito elevado. As manchas pretas geradas por reações químicas podem ser engendradas por um nível de acidez baixo (inferior a seis) durante a autoclavagem.

Mancha marrom escura: Manchas marrom escuras geralmente são resultado da presença de resíduos de sangue ressecado no instrumento. O sangue deve ser removido da superficie do instrumento imediatamente após o uso, do contrário, irá provocar uma reação química que destruirá a superfície do instrumento.

Os protetores são fabricados em Plastisol aprovado pela FDA,  e não contêm componentes de látex. São produtos descartáveis e que foram desenvolvidos para serem usados apenas uma vez. Após a conclusão das extrações, é necessário remover os protetores do instrumental,  eliminá-los em segurança num contentor para resíduos de risco biológico.

Protetores

São confeccionados em plástico para uso cirúrgico Plastisol aprovado pela FDA, e não contêm componentes de látex. Os protetores dos instrumentos Physics Forceps Padrão são verdes, os protetores dos instrumentos Physics Forceps para Posteriores são brancos e Os protetores dos instrumentos Physics Forceps para Odontopediatria são azuis. São fornecidos em embalagens em blister com 24, 48 e 96 peças.

Os protetores são indicados para uso único 

Método de Esterilização 

Esterilização a vapor em autoclave, esterilização a vapor químico, esterilização através de calor seco ou gás óxido de etileno, jamais excedendo 177° C. É imprescindível  proceder a uma limpeza minuciosa dos instrumentos antes da esterilização. 

Armazenamento 

Recomenda-se que o produto seja armazenado limpo e esterilizado, no envelope utilizado para sua esterilização.

Todas as imagens e materiais para download são protegidas por direitos autorias dos Fornecedores. Não modifique ou utilize os materiais sem o seguinte aviso ("Cortesia de...").
Para extrair as imagens após o download, faça o download gratuitamente do programa 7-ZIP.
Para visualizar arquivos em formato PDF, faça o download gratuitamente do programa Adobe Reader.

WhatsApp chat